BLOG

Usted sabia que existem muitos fatores que podem contribuir para despoletar a psoríase ou mesmo contribuir para o seu agravamento?
A psoríase é uma doença crónica* caracterizada por um desenvolvimento das células da pele mais rápido do que o normal, acabando por se aglomerar à sua superfície, formando lesões cobertas por células mortas de cor branca ou prateada.
*A psoríase foi aprovada como doença crónica pelo Parlamento português em janeiro de 2010.
A incidência da psoríase é baixa (segundo alguns estudos afeta 1% da população), razão pela qual existe ainda um grande desconhecimento desta patologia, mesmo da parte daqueles que dela sofrem.
Embora não sendo contagiosa, é uma doença desconfortável e por vezes muito dolorosa, englobando no seu quadro sintomatológico sensações de prurido e ardour.
As suas causas são ainda desconhecidas, suspeitando-se que se trata de uma reação imunitária do organismo contra a própria pele. Talvez uma prova disso seja o seu agravamento em situações de stresse emocional.
Embora a causa principal da doença ainda não seja totalmente conhecida, é pertinente identificar alguns fatores que a possam desencadear e/ou agravar:

1. Consumo Excessivo de Álcool

Desde que se iniciaram pesquisas sobre este tema, verificou-se que o consumo excessivo de álcool pode ter uma influência direta no aparecimento e/ou agravamento da psoríase.

En realidad, el alcohol no actúa sólo como un gatillo, pero también puede retrasar el tratamiento de la enfermedad. Así, las personas que sufren de psoriasis deben limitar la ingesta de alcohol.

2. Genética

Muitos acreditam que os genes são a principal causa da psoríase. No entanto, pensa-se que a doença seja desencadeada por algum outro fator paralelo ao da genética. Com efeito, deve ser tido em conta que existem pessoas sem histórico familiar da doença e que, em algum momento da sua vida, a desenvolvem.

3. Stresse

O Stresse é uma das principais causas de centenas de doenças. Na verdade, o stresse pode não só estar na origem da doença, como também, muitas vezes, a agravar. Diariamente não é fácil lidar com o stresse. No entanto, existem muitas técnicas que podem ajudar a minimizar esta causa. Deve ter sempre em mente que a sua saúde está em primeiro lugar.

4. Tabaco

Sabe-se que o consumo de tabaco piora os sintomas da psoríase. Por outro lado, o consumo tabaco aumenta a probabilidade de uma pessoa desenvolver a doença. Não é fácil deixar de fumar, mas tenha em conta que é uma excelente decisão, especialmente para quem sofre de psoríase.

5. Comida

Até ao momento não existe qualquer correlação entre a alimentação e a psoríase. No entanto, caso tenha desenvolvido psoríase, deve evitar alguns alimentos:

  • Glúten
  • Comidas gordurosas
  • Açúcar refinado
  • Frutas cítricas
  • Comida processada


Pode sempre tentar uma Dieta de Eliminação para ver quais os alimentos que possam desencadear e/ou agravar a sua psoríase.

6. Lesões na pele

Qualquer trauma na pele pode ser um gatilho para um surto de psoríase. Os traumas mais comuns na pele são: tatuagens, arranhões, picadas de insetos, cortes, queimaduras solares, etc..

7. Esteroides e Outros Medicamentos

Existem alguns medicamentos que podem interferir com o sistema imunológico do seu corpo e conduzir à psoríase. Alguns dos medicamentos que podem causar psoríase: esteroides, betabloqueadores, indometacina não-esteroide, lítio e até pílulas para tratamento da malária.

8.Infeções

Alguns tipos de infeções, como a faringite estreptocócica - infeção da garganta - ou Candida Albicans - aftas ou infeção por fungos - também podem levar à disseminação da psoríase. Estas infeções devem ser tratadas o mais rapidamente possível.

9. Alterações hormonais
As hormonas desempenham um papel muito importante na manutenção do equilíbrio natural do corpo.

Os desequilíbrios hormonais, especialmente na fase de puberdade ou da menopausa, podem desencadear uma condição de psoríase.

10. Condições Atmosféricas

Quando sujeitas a condições atmosféricas extremas, muitas pessoas vêem a sua psoríase agudizar-se. O frio rigoroso pode causar secura de pele, coceira e vermelhidão. Da mesma forma, as queimaduras solares também podem levar a danos na pele e, consequentemente, à psoríase.

O melhor será evitar atividades ao ar livre com condições atmosféricas adversas.

Últimas notas:

Tal como outras patologias da pele, dependendo dos sintomas, a Psoríase pode ser considerada moderada ou severa.

Em todo o caso, o tratamento da Psoríase necessita sempre de intervenção médica.

No entanto, também podemos afirmar que a prevenção é a melhor cura, pelo que evitar os fatores desencadeadores será sempre uma boa opção.

A psoríase pode causar danos físicos e psicológicos. Compreender a doença e sua manifestação na pele, bem como evitar os fatores desencadeantes mais comuns, pode ajudá-lo a controlar esta maleita!

Conheça aqui os nossos productos para Psoriasis

Qual a sua experiencia relativamente à Psoríase?

Gostaríamos de ler os seus comentários.